Otorrinolaringologia - Otorrinolaringologista

A Otorrinolaringologia trata-se do ramo da medicina que cuida do nariz, dos seios da face, dos ouvidos e da garganta - que, na verdade, corresponde a dois órgãos: a faringe e a laringe.

Os otorrinolaringologistas são especializados no tratamento das orelhas, nariz, garganta, cabeça e pescoço. Como descrito abaixo:

Orelhas – Cerca de 15% dos adultos (37,5 milhões de pessoas) relatam algum grau de perda auditiva. O tratamento dos distúrbios auditivos é exclusivo do otorrinolaringologista. Os homens são mais propensos do que as mulheres a reportar perda auditiva.

Nariz – sinusite crônica é uma das queixas médicas mais comuns, com cerca de 28,5 milhões de adultos diagnosticados com a doença (cerca de 12,1% dos adultos). O manejo da cavidade nasal também inclui alergias e sentido do olfato.

Garganta – o diagnóstico e tratamento de doenças da laringe e esôfago são de responsabilidade dos otorrinolaringologistas e incluem voz e deglutição.

Cabeça e pescoço – doenças e distúrbios que afetam o rosto, cabeça e pescoço também podem ser tratados por otorrinolaringologistas, incluindo doenças infecciosas, traumas, deformidades e cânceres. Pode haver algum cruzamento nessa área com outros especialistas, como dermatologistas e cirurgiões orais e maxilofaciais.

Os motivos mais comuns para que os pacientes visitassem um otorrinolaringologista são:

  • problemas com a audição,
  • infecção no ouvido,
  • congestão nasal,
  • dores de cabeça,
  • labirintite/tonteira,
  • rinite,
  • sinusite e alergias,
  • roncos
  • e até dor nas costas. 

A maioria das condições otorrinolaringológicas podem ser diagnosticadas através do exame físico, o que significa que os otorrinolaringologistas têm uma abordagem prática para o atendimento ao paciente.

Compartilhe!

CLIQUE NO BOTÃO E AGENDE  A SUA CONSULTA OU TIRE UMA DÚVIDA